Clínica de Repouso Jardim » Notícias

Notícias

Presentes para pessoas com Alzheimer!

presente

O primeiro passo na escolha de um presente para uma pessoa com a doença de Alzheimer é pensar em um presente útil para a vida diária, uma adaptação para facilitar o cotidiano para ele ou ela, ajudando a manter um certo grau de independência e segurança. Se você cuida da pessoa com Alzheimer, muito provavelmente conhece as dificuldades diárias dele. Levando em consideração que você quer dar algo útil para o cotidiano, que ajude com as dificuldades em realizar tarefas. Este tipo de presente pode ser um produto que ajude a lembrar de tomar o remédio ou realizar uma tarefa diária que com a progressão da doença é mais difícil de fazer. Pode ser um item que ajude a localizar algo, quando ele se esquece de onde ele deveria estar. Também poderia ser algo que faz a vida mais segura.

Outra consideração importante, tão ou mais importante que a anterior é encontrar algo que seja estimulante, divertido, algo que ele ou ela realmente gosta, que seja significativo. A linha de raciocínio aqui é que você presenteie com algo que possa estimular as habilidades preservadas da pessoa, enquanto é prazerosa. Jogos, objetos que estimulem a memória, DVDs e tudo o que pode estimular o cérebro enquanto faz uma atividade prazerosa e significativa. (mais…)

Top

11 dicas para cuidar da saúde do idoso no frio

frio

Com a chegada do inverno, atenção aos idosos deve ser redobrada, recomenda geriatra da SBGG.

O inverno teve início às 7h51 do dia 21 de junho, período responsável pelas temperaturas mais baixas do ano. Devido ao frio, característico desta estação que se estende até agosto, a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) esclarece alguns dos principais cuidados com a saúde de idosos. “Quando a temperatura cai, a atenção à saúde dos velhos deve ser redobrada. Eles correm um maior risco de problemas de saúde e lesões relacionadas ao clima, incluindo hipotermia, queimaduras na pele e quedas. É importante para o idoso, e aqueles que cuidam deles, tomarem certas precauções nesta época do ano”, relata o geriatra paranaense e membro da diretoria da SBGG, Rubens de Fraga.

Entre os principais riscos à saúde representados pelas baixas temperaturas estão: hipotermia – queda da temperatura corporal, imobilidade – ausência de movimentação, infecções – como gripe e pneumonias e dores crônicas – aumento das dores crônicas como artrites e artroses.
(mais…)

Top

Cresce o número de idosos que cuidam de idosos doentes

idosa

Quase 40% das pessoas que cuidam de idosos doentes em São Paulo são também idosas, revelam dados inéditos de um projeto da USP que monitora como os idosos estão envelhecendo na capital.

O fenômeno tem crescido no país e é atribuído ao processo de envelhecimento populacional, às famílias com menos filhos e à maior presença da mulher no mercado de trabalho, o que diminui a oferta do cuidado em casa.

Na amostra de 362 cuidadores de idosos estudados pela USP, 38% têm mais de 60 anos. A maioria (75%) é mulher ou filho do idoso.

“A gente chega na sala de geriatria e não sabe quem é o paciente e quem é o cuidador”, diz Naira Dutra Lemos, assistente social da disciplina de geriatria da Unifesp. (mais…)

Top

O assunto é… DEMÊNCIA!

images

“Todo mundo fica com problema de memória com a idade?”
“Se meu pai teve Alzheimer eu também vou ter?”

“Tem algum remédio pra prevenir demência?”

Costumo responder estas perguntas da seguinte maneira:

– demências acontecem por algum motivo que não se relaciona com a idade de forma direta. Porém, diretamente, pode se relacionar com diversos acometimentos ligados à saúde e integridade física, com O NÍVEL de desgaste físico que ocorre com o passar dos anos e a qualidade de vida que se teve, antes de seu surgimento. A genética também pode contribuir para o surgimento de demência, sem sabermos se de fato ela se manifestará. POR QUÊ? (mais…)

Top

Perigo das dietas na terceira idade

dieta

Dietas restritivas contribuem para um aumento da perda de massa muscular no idoso.

A expectativa de vida dos brasileiros aumenta a cada ano e, diante deste fator, cultivar os cuidados com a saúde e com a beleza se tornaram fundamentais para ficar de bem com o espelho e com a aparência na terceira idade. Sabemos que nesta fase da vida é comum o corpo apresentar algumas modificações tais como: a perda de colágeno que agrava em sinais na pele como rugas, linhas de expressão e flacidez.

No entanto, não é apenas na pele que os efeitos do tempo se apresentam. A alteração do peso corporal é outro fator que afeta quem já passou dos 50 anos. Esse aumento é decorrente da redução dos níveis de estrógeno, testosterona e de hormônio do crescimento no organismo que coopera para a perda de massa muscular. Como consequência dessa redução de músculos, queimamos menos calorias (mais…)

Top

Benefícios da Musicoterapia na Terceira Idade

musicoterapia

A musicoterapia é uma especialização científica que se ocupa do trabalho clínico e do estudo dos elementos do som e da música para fins educacionais e terapêuticos. A musicoterapia auxilia a abrir canais de comunicação para produzir efeitos terápicos com estímulos sonoros com o objetivo de treinar e recuperar o paciente.

Do ponto de vista histórico, sabemos que a música tem a capacidade de transcender o tempo, a música vai além dos séculos e décadas, existe em diferentes culturas e gerações dando sentido aos movimentos, fatos vivências e épocas. A música também marca um tempo histórico, sociocultural, permanece numa memória coletiva e étnica. E as músicas das nossas vidas também fazem parte dessa construção.

Os efeitos benéficos da música e seus elementos na saúde física e mental foram descobertos há mais de dois mil anos atrás. O (mais…)

Top

Síndrome do Climatério

climatério

Mulheres acometidas por mudanças hormonais a partir dos 40 anos de idade têm assistência de profissionais de saúde em todas as unidades básicas da Secretaria de Saúde (SES). Essa fase que vai até aos 65 anos, é chamada de climatério, período em que a mulher passa da vida reprodutiva para a não reprodutiva.

Em meio a inúmeras jornadas, como cuidar de filhos, casa, e trabalhar fora, as mulheres nessa determinada fase da vida passam por alterações nos hormônios, devido à diminuição do hormônio feminino chamado estrogênio. A Organização Mundial de Saúde defende essa transição do período reprodutivo (fértil) para o não reprodutivo – o climatério, como uma fase biológica e não um processo patológico.

Nesse momento, o corpo e o psicológico da mulher sofrem alterações, no entanto, mudanças nos hábitos podem melhorar e amenizar (mais…)

Top

Importância da vitamina D para a saúde

vitamina-d-idoso

O envelhecimento populacional é um fenômeno atual da nossa sociedade e a deficiência de Vitamina D, pode acarretar maior risco de fratura em idosos devido à osteoporose, atingindo ainda mais as mulheres no pós-menopausa. As quedas, frequentes nessa população, são consideradas um problema de saúde pública pela geração de custos sociais e aceleração da senescência do idoso, afetando sua qualidade de vida na redução da mobilidade diária e das atividades sociais e/ou recreativas. 

A diminuição da vitamina D é natural nesse processo de envelhecer. Porém, é essencial para melhorar a absorção de cálcio, a mineralização dos ossos e para manter a estrutura do esqueleto saudável. 

A importância da vitamina D vai muito além do que apenas prevenir ou tratar o enfraquecimento dos ossos, osteopenia (mais…)

Top

10 lições da boa convivência com idosos

caminhada

Quem não quer chegar bem à velhice tendo uma convivência prazerosa com filhos, netos e conhecidos? Para ter um futuro bacana desses, você precisa fazer sua parte: enquanto a terceira idade não chega, treine já sua paciência e disponibilidade com seus os mais velhos.

Os 10 mandamentos da boa convivência

 1.     Dar muito amor e carinho

É fundamental demonstrar ao idoso seus sentimentos por ele. Diga, pelo menos uma vez por dia, que o ama, faça um carinho, sorria e demonstre o quanto ele é querido. Com esse comportamento, ele se sentirá seguro e fazendo parte da família.

2.     Ter paciência (mais…)

Top

Sobre a Doença de Parkinson

parkinson

Definição e Sintomas

A doença de Parkinson é um distúrbio neurológico do movimento progressivo e degenerativo que afeta muitos brasileiros. Embora ela se desenvolva tipicamente após 65 anos de idade, aproximadamente 15% das pessoas com o problema desenvolvem a doença de Parkinson de inicio antes de atingirem os 50 anos de idade.

Conforme a Doença de Parkinson progride, ela se torna cada vez mais incapacitante, tornando as atividades diárias como tomar banho ou vestir-se difíceis ou impossíveis. Muitos dos sintomas da doenças de Parkinson envolvem o controle motor, a capacidade de controlar seus músculos e seu movimento.

Os quatro sintomas primários da doença de Parkinson são: (mais…)

Top
1 2 3 4 Page 1 of 4

Ligue Agora e Saiba Mais! +11 4437 4130

Temos o espaço ideal para seu familiar! Venha nos conhecer.